sexta-feira, 18 de maio de 2012

Minha alma gêmea é brasileira


"Sinceramente,

Não tem o que falar. Ele já estava ali, com os pés na areia, a prancha nos braços e os olhos iluminados pelo sol. E eu, que mal sabia falar “Oi” em outra língua, fiquei sem palavras com sua presença ali, bem pertinho de mim. Já não via mais ninguém a não ser suas expressões, seu jeito leve como o mar que vem e vai e me leva pro seu horizonte.
Em pouco tempo já nos aproximamos com as risadas, os carinhos e principalmente as conversas entre olhares já que até então, não entendíamos um ou outro. Besteira!

Quem precisa falar quando o olhar já diz tudo?

Um beijo, um sopro, um fim de tarde ao seu lado, era tudo o que eu queria. E principalmente descobrir que com você eu poderia voar. Um anjo, alguém que não poderia existir. Um namorado, amante, pai, irmão, amigo, um super herói. O meu conto de fadas estava todo lá, dentro daquele peito e corpo que agora só pensava em avistar o mar para pegar a melhor onda.

Eu mal o conhecia e já escrevia nossa história, para que um dia todo mundo pudesse se emocionar. Encantador era isso que iam achar dele quando lessem da primeira à última linha. Era isso que eu senti desde o primeiro momento. Meu capítulo, meu mochileiro, minha história, meu amor. Não é um conto de fadas, porque é melhor de tudo que já imaginei. E por escrever essa história ao seu lado desde o momento que te conheci, hoje não durmo apenas para sonhar, mas para sentir sua alma doce e lhe agradecer dia a dia por estar ao meu lado."

Em homenagem a um amor de conto de fadas.

Um comentário:

  1. Aaaah sua linda!
    Que texto maravilhoso, achei linda essa declaração de amor.
    Um dos seus melhores textos na minha opinião.
    Você tem um dom Ju, nunca se esqueça disso e nunca o deixe morrer.

    Beijos da Van ;*

    ResponderExcluir

Obrigada por deixar um pouco de si por aqui!