quinta-feira, 6 de dezembro de 2012

Fugaz

- Ei, fica aqui comigo mais pouco. Um teco de nada, vai?
- Me desculpa, não dá.
- Ué, por que não?

(...)

- O trem...tá passando.
- É, tudo passa.

Até o amor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por deixar um pouco de si por aqui!